Os dirigentes do Progressistas querem ter uma conversa com o prefeito de Campina Grande Bruno Cunha Lima para discutir a relação (DR) política entre os grupos. Apesar dessa tentativa dos membros do PP, o prefeito mandou o seguinte recado: “Não dá para pensar que pode ser aliado administrativo e adversário político”, disse.

Neste ano, a senadora Daniella Ribeiro, assumiu o PSD paraibano, partido que era administrado no estado pelo ex-prefeito Romero Rodrigues, atualmente no PSC, como também é a sigla do prefeito Bruno.

Sobre a ‘DR’, que seria feita numa reunião entre ele o os membros da família Ribeiro, Bruno disse que como não conseguiu estar em João Pessoa, “Não aconteceu a conversa”, mas alfinetou o ainda aliado. “Lucas sabe onde trabalho todos os dias. Quando querem conversar, quando o assunto é de interesse deles, eles acham. Não precisam marcar a hora”, afirmou Bruno destacando ainda: “Não dá para pensar que pode ser aliado administrativo e adversário político”, cravou Bruno, com uma observação adicional: “Todos são responsáveis por suas escolhas”.

PB Agora