E entrevista à imprensa o presidente estadual do PV, sargento Denis Soares, que foi a São Paulo participar de uma reunião que haveria nesta sexta-feira (22), com a Executiva Nacional da Federação, para oficialização da chapa de Lula-Alckmin para a presidência da República, onde um dos temas seria a realidade da Paraíba, recebeu a resposta por parte da presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann que o tema sobre o estado só será tratado na próxima semana.

Segundo Denis, a Federação Brasil da Esperança (FE Brasil), constituída pelos partidos PCdoB, PV e PT, adiou para a semana que vem a decisão sobre qual candidatura a Governo do Estado o grupo dará na Paraíba. A reunião para deliberar sobre a escolha, que seria nesta sexta-feira (22), será realizada apenas na próxima quarta-feira, dia 27 de julho.

“Hoje tentamos colocar os problemas do estado, mas foi feita uma discussão sobre a conjuntura nacional e a campanha, com a convenção e a aprovação de Lula e Alckmin. Tivemos uma reunião da Executiva da Federação, onde fizemos parte, mas não foi colocado na pauta o estado”, afirmou o Sargento Denis, destacando ainda que tentará junto com Gleise adiantar a discussão para hoje. “Segundo a Glesi, essa discussão ficaria para a próxima quarta-feira. Mas amanhã eu continuo aqui tentando a possibilidade de discutir essa pauta”, disse o dirigente estadual do PV.

No estado, a Federação Brasil da Esperança formada pelos partidos PT, PCdoB e PV no estado diverge sobre os apoios nas eleições, e enviaram à Brasília uma ata com os nomes dos pré-candidatos João Azevêdo (PSB) e Veneziano Vital do Rêgo (MDB) para governador e de Ricardo Coutinho (PT) e Rangel Júnior (PC do B) para o Senado. Sendo assim a decisão ficou a cargo da executiva nacional da FE Brasil, comandada por Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT.

PB Agora