Morreu, às 12h40 deste domingo (19), Zé de Cila. Ele tinha 76 anos e era uma celebridade no município de Cabaceiras, no Cariri da Paraíba, por ter sido o dublê do Padre João, no filme O Auto da Compadecida. Zé de Cila estava internado em estado grave no Hospital de Trauma de Campina Grande desde a última terça-feira (14) com complicações múltiplas de saúde, principalmente com insuficiência cardíaca e renal.

Zé de Cila participou, nas últimas semanas, do Fantástico, da Globo. Ele gravou com o humorista Paulo Vieira o quadro ‘Avisa lá que eu vou’, que aborda personagens da vida real pelos municípios brasileiros.

Ele costumava vestir vestes de padre, em referência a sua participação no cinema como dublê do padre João no filme O Auto da Compadecida, sucesso nacional que teve cenas gravadas em Cabaceiras.

Zé de Cila também já foi assunto do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 e era conhecido por namorar viúvas em Cabaceiras. Tinha uma bodega que vendia alimentos e vestuário na cidade.

O prefeito de Cabaceiras, Tiago Castro, se pronunciou sobre a morte de Zé de Cila, nas redes sociais. “Com muito pesar recebi a notícia da morte de Zé de Cila como era carinhosamente conhecido. Um filho ilustre talentoso que por diversas vezes nos trouxe alegrias, entretenimento e fortaleceu ainda mais a cultura do nosso município. Sua partida trouxe profunda tristeza para todos os Cabaceirenses e envolveu em luto não apenas seus familiares e amigos mas toda a comunidade que chora a partida de seu filho ilustre.”

O prefeito completou dizendo que “em nome de todos que fazem a Gestão Municipal externo minha total solidariedade aos familiares e amigos que choram consternados e se despedem desta grande figura humana e importante personagem da cultura Cabaceirense e Paraibana. Rogo a Deus que no aconchego de seus braços receba este ente querido, e que no calor de seu imenso coração conforte a todos por esta grande perda. Recebam os nossos mais sinceros votos de pesar.”

Parlamentopb