A Comissão Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) da Paraíba se reuniu na última sexta-feira, 8, e aprovou uma resolução que reafirma, na atual conjuntura, a participação e apoio ao Governo de João Azevedo. O documento afirma que a decisão foi tomada por causa da tarefa política de implementar uma agenda necessária de inclusão social, democracia e participação popular com partidos de esquerda e do centro.

A resolução da executiva estadual petista na Paraíba cita ainda a necessidade de fortalecer a relação de diálogo do PT com o governo estadual na gestão do trabalho desenvolvido através da Secretaria de Agricultura Familiar, que atualmente é ocupado por Bivar Duda.

Ainda de acordo com o texto, as instâncias partidárias e o Grupo de Trabalho Eleitoral/GTE vão analisar e coordenar todo o processo de construção da tática eleitoral em 2022, em sintonia com a Direção Nacional do Partido. Finalmente, a resolução destaca a ampliação dos apoios de fortalecimento e união das forças progressistas em prol da pré-candidatura de Lula em 2022 e da agenda de reconstrução social e democrática do país.

A Comissão Executiva Estadual do PT da Paraíba é composta pelo presidente do partido no Estado, Jackson Macêdo além de lideranças como Arimatéia França, Anselmo Castilho, Hortêncio Duarte, Heloisa Marinho, Lígia Pedroza e Luiz Nunes.

Confira a íntegra da resolução

COMISSÃO EXECUTIVA ESTADUAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES-PB

A Comissão Executiva Estadual do PT – PB, reunida em 08 de outubro de 2021, avaliando os caminhos desafiadores na futura eleição de 2022, aprova a seguinte resolução:

CONSIDERANDO:

Que a eleição de 2022 nos impõe como maior desafio histórico derrotar um governo que estabeleceu como estratégia o constante confronto com as instituições democráticas do país, carregada dos piores pré-conceitos da ultradireita liberal e das elites conservadoras: machismo, homofobia, xenofobia, racismo, fundamentalista, totalitarismo, agenda reformista com desmonte do serviço público, negacionismo científico, privatizações e apologia ao autoritarismo militar.

Que diante desse cenário, o ex-presidente Lula tem feito um chamamento aos movimentos sociais, intelectuais, políticos e democratas em prol da demanda por uma unidade de aliança de oposição para imediata recuperação do ambiente democrático brasileiro.

Que na Paraíba essa radicalização reacionária também se fez presente nas eleições de 2018 e 2020, com apelo no debate público aos recursos de viés autoritário e de negacionismo científico, impondo assim, uma evidente polarização política entre o bolsonarismo contra o PT, as forças da esquerda e o centro.

Que, portanto, faz-se necessário avaliar essa eleição dentro de um processo histórico complexo que exigirá de nós os maiores esforços por uma aliança forte e democrática, capaz de derrotar o bolsonarismo.

RESOLVE:

Reafirmar, na atual conjuntura, a participação e apoio ao Governo de João Azevedo, dada a tarefa política de implementar uma agenda necessária de inclusão social, democracia e participação popular com partidos de esquerda e do centro;

Fortalecer a relação de diálogo do PT com o governo estadual na gestão do trabalho desenvolvido através da Secretaria de Agricultura Familiar;

Assegurar que as instâncias partidárias e o Grupo de Trabalho Eleitoral/GTE analise e coordene todo o processo de construção da tática eleitoral em 2022, em sintonia com a Direção Nacional do Partido;

Ampliar os apoios de fortalecimento e união das forças progressistas em prol da pré-candidatura de Lula em 2022 e da agenda de reconstrução social e democrática do país.

João Pessoa, 08 de outubro de 2021.EXECUTIVA ESTADUAL DO PT PB

Parlamentopb