Na tarde desta quarta-feira, 06, a prefeita Michele Ribeiro e equipe dos departamentos de administração, contabilidade e jurídico do Governo Municipal de Pedro Régis, se reuniram com a diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jacaraú e Adjacências (Sinseja), para tratar de assuntos que beneficiarão os servidores do município.

Sempre atenta, a prefeita ouviu as reivindicações dos sindicalistas, entre elas ações que já foram implantadas antecipadamente pela gestão de Michele Ribeiro como a licença maternidade, que em 2021 passou de quatro, para seis meses, e o Orçamento Participativo, cujas reuniões já aconteceram.

Sobre outros pleitos, a prefeita antecipou e afirmou que há no planejamento a revisão urgente do Plano de Cargos Carreira e Remuneração (PCCR) da Educação e Saúde, iniciando pela atualização do Estatuto do Servidor Público Municipal, já no próximo ano (2022). 0″Esse ano priorizamos as reformas dos prédios das escolas, encontrados em situação precária e a organização e até implementação de serviços inexistentes, mas, urgentes”, disse a prefeita.

Michele ressaltou que sua gestão estará sempre aberta ao diálogo e que trabalha pela valorização dos servidores, garantindo pagamento em dia, dentro do mês trabalhado, capacitação e qualificação técnica dos profissionais e melhoria das condições de trabalho, com a entrega de fardamentos, equipamentos de serviços e segurança e material de trabalho.

O presidente do Sinseja, Mariano Vitto, agradeceu a atenção da prefeita Michele Ribeiro e encaminhou o ofício ao Governo Municipal, com a garantia da gestão pública de um levantamento para viabilização da maioria das reivindicações.

Junto com a prefeita estiveram presentes na reunião: a chefe de gabinete Miriam Carvalho, a secretária da Educação Erika Galvão, e as representantes do Núcleo Pedagógico, Betânia Arruda e Elizabete Ricardina, José Augusto e João Mendonça, do Departamento Administrativo, os advogados Abraão Costa e Nicácio Ribeiro, o contador Hugo, e a secretária do gabinete Miriam Ribeiro. Representando a diretoria do Sinseja, os professores Carmem e Gilvando Quirino.

Ascom