Imagem: reprodução MaisTV

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, espera que o Governo Federal ainda reveja a decisão de suspender a vacinação de adolescente entre 12 e 17 anos sem comorbidades contra a Covid-19.

Com a previsão de chegada ainda em setembro de 523 mil doses de vacina ao estado, Medeiros acredita que havendo a liberação da Anvisa será possível vacinar os adolescentes paraibanos.

“Há uma tendência que essa população seja contemplada brevemente com a vacinação da Pfizer. Esperamos a liberação da Anvisa para ser aplicada a vacina da Pfizer por já ter sido testada em fase um, dois e três nessa população de 12 a 17 anos e não há motivos para insegurança, intranquilidade em relação à eficácia, a efetividade e a segurança dessa vacina”, destacou.

O gestor explicou que a suspensão ocorreu como uma atitude cautelar após “um evento adverso grave” em um paciente que recebeu uma dose de vacina da Pfizer em São Bernardo do Campo (SP). Mas não existe ainda estudos que atribua o fato ao imunizante.

Geraldo Medeiros disse que a Paraíba ainda não estava vacinando esse público contra a doença causada pelo novo coronavírus. O gestor da Saúde disse que a necessidade é priorizar a população idosa e que tem problema de imunidade com a dose de reforço.

Redação com Mais PB