Situação de pobreza cresce 4% na Paraíba em dois anos, diz pesquisa da FGV — Foto: Getty Images via BBC

A situação de pobreza cresceu 4% na Paraíba entre 2019 e o início deste ano, segundo indica uma pesquisa feita pelo economista Daniel Duque, do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre).

Na Paraíba, em dois anos, a pobreza passou do alcance de 41,2% da população do estado para 45,2%.

Já a pobreza extrema, que em 2019 era representada por 13,7% da população paraibana, passou para 14%, de acordo com o estudo.

Outros 23 estados brasileiros também apresentaram aumento da pobreza. Apenas o Acre teve queda no indicador. Já Pará e Tocantins não apresentaram alterações durante o período analisado.

Os cálculos foram feitos com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua e da Pnad Covid-19, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Também foi considerada a classificação de pobreza do Banco Mundial, de renda per capita de até US$ 5,50 por dia, ou cerca de R$ 400 por mês.

G1PB