Reprodução

O resultado da avaliação diagnóstica do Programa Integra Educação PB, realizada em Maio, revela a defasagem do ensino em Pedro Régis. O município, que nos últimos anos não alcançou a meta do Índice de Avaliação d Ensino Básico (IDEB), também não conseguiu superar a marca de 50% de aproveitamento na última avaliação, chegando apenas a 46,80%.

O resultado de Pedro Régis, que toma como base o ensino ofertado no ano anterior, ou seja de 2020, é a comprovação de que a Educação precisava de mais investimentos e atenção. “Não adianta esconder o sol com a peneira, o resultado confirma o que já sabíamos há muito tempo: a Educação em Pedro Régis foi colocada em segundo plano pela gestão passada”, destacou a secretária Érika Galvão.

A secretária ainda explica que a aplicação das provas em Pedro Régis deu-se de maneira presencial, para obtenção de um resultado mais preciso e verdadeiro. Ela enalteceu o trabalho dos professores e ressaltou as dificuldades que os profissionais aguerridos tiveram em meio a pandemia sem apoio algum, destacando a falta de investimentos e atenção de quem fazia a gestão da pasta como responsáveis pelo resultado negativo.

A prefeita Michele Ribeiro, professora, recebeu o resultado com tristeza. “A gente fica triste com a constatação da decadência do ensino ao longo dos anos, ao mesmo tempo que entendemos o desafio que temos, de superar esse problema. Estamos investindo na formação continuada dos profissionais, em qualificação, material didático e apoio pedagógico aos nossos alunos. Temos certeza absoluta que nos próximos anos teremos resultados positivos e veremos o resultado dos nossos esforços”, pontuou a prefeita.

O Programa Integra Educação do Governo do Estado tem como objetivo alfabetizar 100% das crianças na idade certa, assim como corrigir o déficit de aprendizagem e a distorção idade-ano dos estudantes das redes estadual e municipais de ensino, garantindo, cada vez mais, a melhoria dos indicadores da educação básica.

Redação com Ascom