Reprodução

Paraibana, Juliette Freire, campeã do BBB 21, criticou as falas xenófobas de Antônia Fontenelle . Em publicação no Twitter, a ex-BBB disse: “Não é força de expressão, é xenofobia. Não existe ‘ser Paraíba’ e ‘fazer paraibada’. Existe ser paraibana/o, o que sou com muito orgulho. Tire seu preconceito do caminho, que vamos passar com a nossa cultura e não vamos tolerar atitudes machistas e xenofóbicas de lugar algum”, disse.

A fala de Juliette é uma crítica a um comentário de Antônia, que classificou DJ Ivis como um ‘paraíba’ por agredir a mulher, Pamella Holanda. “Esses paraíbas fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo. Amanhã vou contatar as autoridades do Ceará para entender por que esse cretino não foi preso”, disse Antônia em um comentário.

A fala gerou descontentamento por parte de seguidores e internautas, que Antônia respondeu utilizando outro termo: ‘paraibada’.

“Esse bando de desocupado, da máfia digital, que não tem nada o que fazer, se juntaram para me acusar de xenofobia. De novo? Não cola meu amor, já tentaram me acusar, mas não cola, não. Porque eu falei ‘esses paraíbas quando ganham um pouquinho de dinheiro acham que podem tudo’. Paraíba eu me refiro a quem faz paraibada, pode ser sulista, pode ser nordestino, pode ser o que for, se fizer paraíbada…é uma força de expressão”, disse.

ClckPB